Blog Sacada: dicas de looks e tendências em moda feminina

Análise de Coloração Pessoal: Saiba como Fazer com a Sacada

Conta para a gente: você já teve a experiência de olhar uma roupa que ficava muito bem na vitrine ou em algum famoso, e na hora de testar um look parecido em você, sentiu que o resultado não foi tão bom? Não teve o mesmo efeito de destaque, e te fez sentir apagada? Saiba que a explicação para tudo isso pode estar nas cores!

Existe uma cartela de cores que tem o poder de ressaltar a beleza de cada pessoa. Ela é capaz de melhorar a aparência da pele, dando um ar mais saudável para o rosto, bochechas e destacando até o brilho dos olhos! Da mesma forma, existem aquelas que causam um efeito contrário.

Diante disso, uma grande aliada para conferir mais segurança na hora da escolha das peças que vamos vestir é a análise de coloração pessoal. Mas como fazer isso? Nesse post vamos explicar tudo que você precisa saber sobre o tema, e te guiar num passo a passo para descobrir quais são as cores que melhor funcionam para você. Continue a leitura!

Afinal, como fazer uma Análise de Coloração Pessoal?

Para fazer esse teste, o mais indicado é procurar um especialista de estilo e imagem, o profissional mais indicado para o caso. Mas caso você tenha tudo que é preciso, pode testar certas percepções em casa para começar.

Acompanhe o passo a passo:

  1. Primeiro é preciso contar com uma fonte de luz natural. Caso não seja possível, pode ser uma lâmpada clara de frente para a pessoa que passará pelo teste;
  2. É essencial contar com um espelho de frente para a pessoa, e tecidos com diversas cores para teste. Desde escalas em preto e branco, mistura de cores, cores quentes, cores frias, cores brilhantes até cores opacas;
  3. Com espelho e luz a postos, é interessante que a parede do fundo seja o mais neutra possível. As roupas e a visão do pescoço para baixo devem ser cobertas por um fundo neutro, como um tecido na cor cinza, por exemplo;
  4. Nesse momento o rosto deve estar limpo e sem interferência de nenhum produto ou maquiagem, afinal esses itens podem comprometer o resultado;
  5. Caso o cabelo não esteja em sua tonalidade natural, também é pertinente que ele seja isolado, uma vez que pode confundir a percepção, e atrapalhar o objetivo que é encontrar as cores que maximizem a beleza natural;
  6. Com os tecidos ao alcance, eles devem ser aproximados do rosto. Dessa maneira, é possível observar quais delas se comportam melhor e dar sequência na ordem de testes até chegar em uma das 12 categorias.

Tudo isso seguindo os parâmetros de luminosidade, intensidade, temperatura e contraste. Considerando, através dos métodos estudados, o reflexo e o efeito que cada cor tem nos pontos de destaque e aspectos que queiram ser ofuscados.

Afinal, o que é a análise de coloração pessoal?

A análise de coloração pessoal, também chamada de colorimetria, consiste em testar através de tecidos a saturação da pele para descobrir qual o tom ou subtom de cada pessoa. Dessa forma, é possível chegar em uma cartela de cores pessoal que te auxilia na hora de escolher as peças de roupa em uma composição, potencializando suas características e cores naturais.

Essa cartela é baseada nos tons da pele limpa, dos cabelos naturais e dos olhos. E durante a análise são considerados fatores como:

Cada cor tem um efeito diferente de acordo com o tom de pele de quem usa, não é mesmo? E saber como elas se comportam em você pode gerar ainda mais segurança e tranquilidade na hora de comprar roupas novas e montar suas produções, visto que será possível partir de um ponto seguro.

A princípio, as cores da cartela começaram sendo divididas pelas quatro estações:

Porém, com o passar do tempo descobriu-se que dentro de cada estação existem variações, totalizando então, 12 classes:

Como a colorimetria funciona?

Os estudos de colorimetria começaram a ser realizados no início do século XX, a fim de extrair o melhor de cada tabela de cores pessoal. De lá para cá, vem ganhando destaque e sendo cada vez mais discutido e compartilhado.

Esse estudo se baseia na combinação de todas as cores individuais perceptíveis – o que inclui pele, cabelo, olhos e pelos – com as vestimentas e acessórios de forma que evidenciem as cores de cada biotipo. Assim, é possível conquistar uma aparência harmônica e agradável esteticamente.

Com isso será possível destacar ou tirar o foco de certos pontos do próprio rosto. E combinar da melhor forma nossas características naturais com a cor de nossas roupas, acessórios e até mesmo maquiagem.

Quais as vantagens em fazer um teste de coloração pessoal?

O intuito de realizar uma análise de coloração pessoal é encontrar o grupo de cores que combine com a cor dos olhos, cabelos, e tom de pele de cada um.

Graças a ela é possível estar mais bonita naturalmente, realizar compras mais assertivas, combinar cores sem tanto receio de errar, ter uma noção maior das tonalidades de cabelo que podem funcionar para você, e ainda conquistar um guarda roupas mais funcional.

Contudo, uma análise completa confere uma identificação da temperatura da pele, testes de luminosidade, intensidade, e a definição de qual é a sua classe de estações pessoal. Dessa maneira, conseguimos chegar em uma paleta de cores para consultar e levar para a vida todinha!

Esse foi o nosso guia para realização de um teste de coloração pessoal! Gostou do conteúdo? Aproveite e confira também qual a cor do ano de 2022, e como combinar! Temos certeza que você vai adorar acompanhar conteúdos sobre esse assunto, ainda mais se é apaixonada pelas tendências da moda.

Por hoje é só, nos vemos no próximo post!

Sair da versão mobile