Blog Sacada

Look cool: como usar cinto e outros acessórios na rotina!

A moda contemporânea se atém, cada vez mais, a explorar os acessórios até então renegados ou vistos como “não-fashionistas”, de forma que, hoje em dia, saber como usar cinto, por exemplo, é um passo a mais em direção à construção de looks descolados e cheios de informação de moda.

Foi-se o tempo em que o acessório era visto somente como item de ajuste para peças de roupa no corpo. Hoje, os cintos são indispensáveis na composição de looks para todas as ocasiões – desde a mais simples até a mais sofisticada.

Isso graças aos vários modelos disponíveis, influenciados por diferentes estéticas, paletas de cores, texturas, modelagens e tamanhos. Toda essa multiplicidade de opções pode parecer confusa, mas nada como dicas certeiras para elevar o nível das produções.

Pensando nisso, o blog Sacada preparou algumas dicas essenciais para o uso adequado de cintos como acessórios de moda, além de outras peças e objetos que funcionam como complementos perfeitos para diversos looks.

Acompanhe a leitura e saiba mais sobre o assunto:

Detalhes que importam: maxi, fivelas e estampas!

Antes de saber exatamente o que vestir, é preciso saber, também, quais as opções disponíveis, certo? O que significa um tour pelos tipos de cintos e quais os detalhes são importantes para a escolha do acessório certo para cada situação.

Dentre os modelos disponíveis no mundo da moda, damos destaque aos principais:

Cinto maxi (ou largo)

Esse tipo de cinto sempre foi visto com relutância pelos especialistas em moda. Muitas vezes considerado too much ou até mesmo sem informação de moda, o acessório largo ganhou popularidade recentemente, mas já está entre os preferidos das mulheres.

Isso porque, graças à largura do modelo, é possível utilizar-se dele até mesmo como terceira peça e como transição entre as partes de cima e de baixo do look. Além disso, ele é muito versátil, podendo ser utilizado tanto no quadril quanto na cintura.

Na cintura, ele pode ser usado com calça, saia, vestido, macacão, peças únicas… Vale lembrar que o foco dos visuais desse tipo recai sobre a silhueta, então o como usar depende do tipo de look pretendido.

No quadril, a peça pode ser utilizada para eventos mais formais, em período vespertino ou diurno – que requerem o uso de vestidos ou o look festa. No geral, o cinto largo é indicado para quem possui os ombros largos ou deseja disfarçar a área abdominal com um complemento fashion.

Cinto estampado

Um outro modelo que merece destaque na nossa seleção são os cintos estampados. O diferencial do modelo é que eles mesclam todos os benefícios do cinto mais tradicional – acinturamento, efeito fashion, elegância e sofisticação –, como o plus do mix de estampas para arrematar a composição final com originalidade.

Ao contrário do que se imagina, o cinto estampado não precisa fazer parte da paleta de cores do restante do look. Caso queira um efeito urban conceitual, o visual monocromático é uma opção.

Mas, para um efeito diferenciado, a dica é apostar em estampas complementares, ainda que não exatamente iguais. A discrição é o segredo de um look com cinto estampado bem produzido – e muito cuidado para não exagerar nos contrastes!

Cinto fino

Se você gosta do estilo eclético, com toques românticos, o cinto fino é a opção mais preferível. Isso porque ele marca a cintura, criando o efeito de acinturamento, mas não cria volume como o maxi, por exemplo.

Para as mulheres que já possuem a cintura fina, os acessórios desse tipo complementam muito bem a silhueta e trazem destaque para essa região do corpo. Em relação às cores, você pode optar por aquelas que contrastam em tonalidade das peças escolhidas na composição, resultando em um look cool, original e contemporâneo.

Cinto fivela dupla

Direto do túnel do tempo, o cinto fivela dupla se inspira no midwest dos anos 1800 para trazer a estética imponente de um acessório que cai muito bem com combinações em jeans e tecidos mais pesados, como a própria alfaiataria.

A fivela extra, fixa no cinto, cria a sensação de simetria e equilíbrio entre as duas partes do corpo – sensação que se projeta no restante do visual, equilibrando e acentuando as características positivas, as texturas e os contrastes nas peças.

Não existe segredo com acessórios desse tipo: sempre que desejar um visual com toques retrô e eclético, acrescente o cinto fivela dupla ao look e o resultado é garantido!

Truques de styling: acessórios de cabelo e toques finais

No universo dos acessórios, nem somente os cintos recebem todo destaque, que é compartilhado com os tradicionais brincos, colares e pulseiras, assim como os não tão famosos, mas estilosos, lenços e afins.

Aliás, temos um post inteiramente dedicado às maneiras de se usar lenço – não deixe de conferi-lo!

Existe uma infinidade de tipos, modelos e materiais para acessórios – metais, resinas, plásticos e orgânicos – sendo que, para cada tipo, existe um tipo de look ideal, o qual eleva o nível da produção e dá destaque ao rosto, à decolletage (área entre o queixo ao colo), aos braços.

A mesma variedade se aplica às formas de usar essas peças como toques finais: amantes do estilo minimalista podem dar preferência às composições mínimas, com tamanhos menores e menos detalhes, enquanto os looks monocromáticos podem facilmente comportar acessórios maxi – ganhando destaque total.

Combinar roupas, cintos e acessórios não é tão difícil quanto parece. Agora que você já sabe tudo sobre o assunto, que tal aprender a combinar roupas com brilho em looks distintos e atuais? Confira, também, as atualizações semanais do blog Sacada para mais dicas e conteúdos de moda. Até a próxima!

Sair da versão mobile